2 de novembro de 2011

Enxaqueca: doença dos infernos!


Há mais ou menos uns 3 anos, fui diagnosticada com enxaqueca. Essa doença dos infermos! Digo isso porque essa dor só pode ser coisa do capeta. Dia e noite, noite e dia, durante o café, almoço e jantar essa dor incessante te acompanha e vai te esgotando ao longo do dia, ou dois, ou três.

Já fui à neurologistas, já fiz tratamento, já tomei toneladas de remédios que em nada ajudaram, para depois de um tempão, ser diagnosticada como enxaqueca tensional, ou seja, ela detona em momentos de tensão e estresse meu. E essa tensão ñ necessariamente está ligada a uma chateação, discussão ou coisas desse sentido. Qualquer coisa que meu corpo entenda como uma tensão, vai detonar a crise de dor de cabeça: fome, sono, dor de qq coisa de dente, de garganta... Até hj não vi relação com alguns alimentos ou bebidas, coisa que muita gente tem e é uma das principais causas! Eu não. Mas, quando estou nas crises, certamente ingestão de alimentos gordurosos, condimentados, com corantes não me fazem nada bem. Tb tinha muitas crises na TPM, onde há uma grande oscilação hormonal. Tanto que hoje em dia, eu ñ menstruo mais. Tomo remédio direto, pois a menstruação acaba comigo com as crises de enxaqueca. Isso são alguns dos sintomas, na verdade:


Esses são os restantes, rs.

Enfim... e ela escolhe os melhores momentos para vir, pra não dizer ao contrário. Essa semana comecei num emprego novo. Mas, por conta de uma preocupação com uma tia doente no domingo, bastou para eu acordar segunda, em meu 1° dia de trabalho, com a cabeça estourando de dor. A sorte é que, com 3 anos com essa maldita coisa, eu já aprendi a sobreviver com as crises. Não digo nem conviver pq não há alguém em sã consciência que está disposto a conviver com uma dor intermitente por no mínimo 2 dias. Pois, bem, fui lá eu, começar numa empresa nova, cheia de dor de cabeça. E o mesmo aconteceu no segundo dia. Somente hoje, no terceiro dia é que ela aliviou bastante e já está preste à ir embora de vez. Então, eu não tinha inspiração, para escrever nada, rs. Era chegar em casa, comer algo, tomar um banho e cama. rs. Pra relaxar um pouquinho.

Os assuntos que eu tinha para falar, ao longo da semana vou colocando em ordem. Hoje é feriado por conta do dia de finados. Não é um dia triste em si pra mim. Dia de lembranças sim. Mas, como hj tds os cemitérios estão superlotados, não terei como fazer uma visita à minha vó e minha tia avó. Apenas rezarei! E aproveitarei para descansar mais um pouquinho, rs. E tentar melhorar o humor tb que fica negro quando tenho enxaqueca. E o ânimo, lá pra baixo! rs

Bom, bom feriado pra vcs...
Até!




Um comentário:

Dama de Cinzas disse...

Eu tenho enxaqueca e as vezes as crises são fortes. Mas estranhamente é um tipo de dor que suporto bem. Prefiro uma crise de enxaqueca do que uma faringite. Odeio e fico péssima com dor de garganta.

Beijocas