29 de dezembro de 2009

Fecha uma porta, abre-se outra...

Ainda bem que não passa de um ditado! E realmente acontece... não é sorte de poucos! Agora, falando em ditados, foram eles que mais me cercaram estes últimos dias de 2009 para os primeiros de 2010. “Era bom demais pra ser verdade”, foi mais um deles. Resumindo: o tal emprego maravilhoso que eu criei expectativa, estava empolgada para começar, enfim era meio que na minha área, me dava oportunidade de crescimento e aprendizado não rolou! Fiquei na mão, chupando dedo, já que havia dispensado o anterior pelo “quase atual”.

Não, não fui leviana. Não troquei o certo pelo duvidoso. Até porque o certo – emprego antigo – estava quase sendo chutado para escanteio mesmo. Mas o emprego novo era certo! Eu havia sido aprovada nas fases eliminatórias do processo seletivo e saí da empresa com a resposta de efetivação garantida depois do treinamento. Porém, algo ocorreu no meio do caminho entre a minha saída no início do mês de dezembro e a última ligação da responsável pela contratação dos profissionais para a empresa. Da noite para o dia fui remanejada de cargo e nem sequer fui avisada! Fui trocada de função e passei a fazer parte de uma na qual nunca fiz processo seletivo, nem cheguei a me candidatar. Fiquei “boba com a capacidade que algumas empresas têm de enrolar seus futuros funcionários”. “Compramos gato por lebre”, se é que é assim este ditado.

Enfim, para fechar meu ano de 2009 que teve picos de alegrias e tristezas, nada mais certeiro do que esta notícia às vésperas do ano novo! Pelo menos, que bom que veio antes de 2010. Assim, eu consigo colocar tudo de ruim e decepcionante do meu ano velho num barquinho e lançar em alto mar. Não, não é oferenda, RS. Até porque costumamos oferecer coisas boas para obter a mesma resposta, na mesma proporção. Mas é chutar pra bem longe e não ver nem pensar mais nisto.

Fiquei refletindo sobre minhas ações e tudo que transcorreu a partir delas. Óbvio, fiquei decepcionada com os planos que tinha feito que não iriam se concretizar. Frustrada por ver mais uma vez meu objetivo se distanciar de mim. E temerosa de ter feito uma escolha errada e agora ficar literalmente com “uma mão na frente e outra atrás”, “sem eira nem beira!”... Mas não, não arrependida! Teria ficado sim se tivesse continuado no emprego antigo, insatisfeita, almejando tentar novos voos, mas sem coragem para tal. Prefiro mil vezes ter tentado e não conseguido do que nunca ter arriscado para saber como seria o resultado final. Às vezes na vida temos que fazer escolhas e estas nem sempre serão as mais certas. Tenho é que arcar com as consequências do meu ato e me responsabilizar por elas agora. Fora isto, é entrar 2010 tendo em mente que não apenas o ano será novo, o emprego também. Assim como meus novos objetivos!

De volta a condição de desempregada, percebi que o importante é não desistir e nem me desesperar. O ano apenas começa e tenho muito que batalhar. Uma infinidade de novas oportunidades chegarão. E nem bem o ano virou, já começou a surgir. Amo dança. Não vivi por ela porque na época que eu estava totalmente voltada para ela, não havia muitas perspectivas profissionais como tem hoje. As oportunidades eram limitadas. Então, acabei virando uma apreciadora, mais que praticante, já que inúmeras vezes tive que sair e voltar. E neste meu hobby com esta arte, acabei fazendo dela minha realização pessoal. Sempre quis poder estar junto dela, sem necessariamente ser atuante, como professora ou bailarina. Mas queria poder trabalhar com dança, respirar o ambiente da dança. E, inesperadamente, minha mãe recebeu um convite para fazer parte de uma sociedade da minha antiga academia de dança. Então... realizei um sonho meu. Amém!!!!! Quer dizer, ela realizou, porque a sociedade consta para ela, mas indiretamente, sei que ela fez por mim. E desta forma, vou poder estar aonde eu sempre quis estar. Fazendo o que gosto. Ainda não poderei fazer disto meu ofício. Mas quem sabe, futuramente? De qualquer forma, para quem havia levado um baque, boa maneira de levantar...

Então é isto, para este ano que vem por aí espero poder colocar mais em prática meus almejos e concretizar meus objetivos. Já ta de bom tamanho...


1000 beijos a todos com boas vibrações!!!!

2 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Essa questão de emprego é difícil mesmo... Eu mesma sofri bastante até me firmar meu lado profissional e passei por uma época de desemprego braba depois de ter escolhido sair de um trabalho porcaria que eu tinha... rs...

Mas lute que vc consegue!

Beijocas

Talita Barroco disse...

Amiga, torço mto por vc. Tenho certeza que tudo dará certo esse ano...

Bjs