21 de fevereiro de 2012

Sem nenhum orgulho de ser brasileira!



Achei um verdadeiro absurdo o que aconteceu na apuração das escolas de samba de SP. Um desrespeito às próprias escolas. Causado por seus próprios torcedores. Que dizem fazer isso num ato de amor! Amor aonde??? Se eu perdi algum capítulo onde diz que o significado de amor está associado à vandalismo, depredação, violência gratuita, me mandem o link, por favor! Isso não é amor e sim fanatismo. Que como tudo que é demais faz mal! Mas, mesmo os fanáticos mais fervorosos discutem, xingam, berram e se opõem à você se você "é a pessoa" que tem uma opinião contrária à dele. Agora, usar isso como desculpa para fazer arruaça e até cometer crimes, sim porque ao meu entendimento, atear fogo é crime. Aí, já é demais!

Meu Deus! As coisas andam tão sem limites e tão fora de controle que nem para torcer mais se tem ética, se tem bom senso! As pessoas não sabem mais torcer! Assim como cheguei a conclusão de que não sabem mais brincar carnaval e nem orar. Até dentro de igreja tem tumulto entre fiéis! Pode isso??? O pior não é o ato em sim, que sozinho já é muito ruim. É atribuir isso a uma paixão desenfreada. Que no fundo é apenas um canal para despejar a raiva e as frustrações. As brigas incitadas por torcedores, seja lá de qual esfera são mais uma válvula de escape.

Torcedor que é torcedor não entra em campo e agride jogadores porque o time perdeu! Ou atea fogo em carros alegóricos porque não concorda coma nota dada a sua escola de samba. Não sai por aí rogando praga porque a sua religião não é vista como a melhor ou não agrada a todos. Isso não é defender uma causa! E mesmo que fosse, não é dessa maneira que se resolve nada. E, na maioria das vezes, quem começa esses quebra-quebras? Os filhinhos de papai e de mamãe, que tem estudo, educação, não falta nada dentro de casa. Que entediados com a falta do que fazer nas horas vagas de seus cursos em faculdades particulares e viagens à Europa resolvem sair por aí fazendo bagunça pra "passar o tempo!" E, como tem que usar alguma desculpa para colocar como causa em prol de suas atitudes, se dizem torcedores!

O que eu não entendi até agora é como nada se fez no caso específico da apuração. Um evento como esse não tem policiamento? E aonde estava essa polícia afinal? Comendo cachorro-quente? Ns imagens transmitidas pela tv, dá pra ver claramente que o indivíduo entra, agarra o envelope com as notas das mãos dos jurados e sai correndo. E ainda continua correndo e  rasgando por um bom tempo sem que ninguém tentasse impedir. E, se já era desconfiado que haveria represália pelas torcidas serem expulsas do local, porque não se fez um reforço do policiamento nos arredores? Esperaram um bando de "mulekes" saírem dando pontapés, socos, rasgando a cerca de proteção do Sambódromo para então, depois do incêndio, se pensar em fazer alguma coisa. E, os próprios representantes das escolas de samba também contribuíram muito nesse tumulto. Ou agredindo também os adversários, protestando de maneira errônea ou deixando que fossem alvejados por sua torcida e nada fizesse. De espectador à atuante todos tem culpa!

O que vai acontecer? Depois disso, dessa prova de falta de civilidade, as apurações podem passar a serem feitas em local fechado só para os representantes das escolas. E, daqui a pouco, os jogos de futebol não vão vender mais ingressos. Infelizmente, tudo que se consegue depois de atos como esses é a censura! E essa falta de respeito tem tomado um espaço cada vez maior na sociedade. E quando não vêm acompanhadas por atos vêm acompanhadas de palavras. Pude comprovar isso hoje muito mais e já a algum tempo. Nas redes sociais tem sido muito comum discórdia, divergência de opiniões acerca de vários assuntos. Se cada lado expõe sua opinião e tenta defender seu ponto de vista, justificando, explicando, até aí, td bem. Embora eu ache que todo mundo tem direito a uma opinião sem censura. Mas, os "inconformados" tem saído por aí xingando, ofendendo, tendo atitudes de baixo escalão a troco de nada! As pessoas não concordam e ponto! Você também não é obrigado a concordar com que o outro acha! Mas, sim, tem que respeitar. Só que ser atacada ou ofendida por ter uma opinião ou ponto de vista diferente? Ai, não mesmo! Falo pra caramba também! Tô me rebaixando? Não, tô me defendendo! E sorte a minha que é apenas por internet. Imagine se fosse ao vivo? Teria levado um soco, no mínimo, né?

E, com tudo isso, tenho ficado muito impaciente com atitudes como essas. Não vivemos numa democracia? Ou vivemos numa repressão disfarçada de democracia? Eu posso ouvir o que os outros acham, mas não posso falar o que penso? Fala sério! É por isso, que em dias como domingo, dia de paredão no BBB, apuração de escola de samba, dias religiosos e outros assuntos polêmicos que geram muita discussão, prefiro ficar offline. Assim não me chateio e de quebra não leio e não ouço o que eu não quero! E o legal é que geralmente eu não tô atacando nada e nem ninguém, tô falando de uma coisa meio que generalizada. Ou as pessoas andam muito estressadas ou muito paranoicas. Eu hein??!!!! Outro dia vi uma discussão acontecer do nada, mas não foi comigo, por causa de uma opinião contrária a um programa de tv! Dias depois, foi por causa de futebol. E agora, já vi um monte de "meias" discussões por causa das escolas de samba. Credo!!!! Não se tem mais o que fazer não? Pô cara, tipo assim, rs, eu gosto de umas, não gosto de outras. Assim como tenho meu time de futebol e minha religião, minha marca preferida de shampoo e de chocolate. Gosto de verão e de praia, de samba e de animais. Mas, imagine se eu perdesse parte do precioso tempo do meu dia defendendo o porque eu gosto, porque eu escolhi e afim... Gosto porque gosto. Não gosto porque não gosto. Ou tenho algum respaldo para isso ou não. Mas e daí? Se meus amigos ou familiares não pensam como eu ou não compartilham do meu ponto de vista, só lamento, paciência! Eu até explico os meus "porquês" quando me perguntam. Fora isso, vou viver, vou curtir, vou torcer, vou dançar, vou rezar e amar e um monte de outras coisas. Mas, respeitando os outros. Imagina se inconformada saio por aí mordendo o vento? E dizendo que isso é em defesa da minha opinião?

Agora, uma coisa é fato: uma sociedade constrói indivíduos a partir de exemplos. E se o único exemplo que se tem no momento é a impunidade, a certeza de que o dinheiro, as posses, os bens regem e ditam as regras, de violência gratuita, de falta de respeito, de civilidade, de bom senso, de limites, que censura e agride a desigualdade social, econômica, religiosa, sexual,  vamos gerai isso aí mesmo. Essa geração desprovida de consciência! Desprovida de moral e valores de berço. Desprovida de atos humanos e ações respeitáveis! Pessoas indignas de serem chamadas de seres humanos!

E esse, infelizmente foi o fechamento de carnaval, considerado a maior folia do país. Onde a festa começou com risos e terminou em choros e lágrimas de dor e tristeza!






beijos e boa volta à vida!

2 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Realmente eu tava com a TV ligada e quando vi aquilo mal pude acreditar. Mas também tu viu lá o bonitão que pulou na mesa e rasgou tudo. O cara é cheio de passagem pela polícia, por roubo e outras coisas. Tá explicado o motivo de tanto vandalismo, a pessoa já é acostumada com a violência. E um cara tão bonito por fora e me pareceu tão podre por dentro. Enfim, to falando desse porque foi o que ficou em evidência, mas todos os outros que fizeram aquilo, que coisa lamentável!

Beijocas

Fê Miceli disse...

Vi sim! E esse acho que foi o pior. Como vc disse: tão bonito por fora e tão podre por dentro! Outros tb foram presos. Mas e aí? A M... já está feita, né? Não tem mais jeito! Bando de vândalos malucos!