10 de março de 2011

Beija-Flor campeã do carnaval carioca 2011: me diga uma novidade!

Foi roubo! Afirmavam o Facebook, o Orkut e o Twitter.
Inconformados não com a derrota de suas escolas, mas com a desfaçatez dos julgadores que arrasavam as demais escolas e só davam notas altas para a Beija-flor, ficaram indignados diversos torcedores das escolas de samba do grupo especial do Rio. Fiquei indignada tb. Escolas lindas, com fantasias maravilhosas, seus carros, seus sambas, seus participantes eufóricos, comissões de frentes de cair o queixo e baterias de tirar o fôlego foram literalmente, reduzidas a nada diante da azul e branca de Nilópolis. Se fosse pura e simplesmente por mérito, engolia a seco e ficava na minha. Mas, descaradamente, todos que viram a apuração nessa quarta-feira de cinzas, compartilharam da mesma sensação que eu. A carta da vez marcada para ganhar era a Beija-flor e a segunda missão era acabar com as demais escolas. Em especial, quem ameaçasse chegar perto do título da atual campeã, como Mangueira e Unidos da Tijuca. Os pontos tirados das escolas, no final das contas, por mais razão que tivessem os jurados, tornavam-se injustificáveis e foram tantos que não dava nem para contar. E despontuavam escolas que, em primeira estância, tinham acabado de ganhar o prêmio Estandarte de Ouro, da Globo. Prêmio não oficial para a LIESA, mas que tem consistência pois são analisados por pessoas que entendem do que estão falando. Coisa que já começo a desconfiar que estes julgadores da LIESA não tem: capacidade e conhecimento. Saem dando qualquer nota a torto e a direito, apenas para constar, enaltecendo apenas aquela escola que possui uma predileção para ganhar. E ganha, além da vontade de seus integrantes e torcedores. Porque não é por mérito. Tá na cara! Não acho que o samba estivesse feio e nem que o desfile da escola não fosse para as notas altas que ela tirou de fato. O que eu não aceito é que ela tenha se superado dentre 9 escolas muito boas e que vieram com muita coisa de qualidade e bonita para mostrar. Mas, a escola de Nilópolis sempre traz suas cartas na manga. Este ano, colocou como enredo o Rei da MPB Roberto Carlos e, foi ele quem ganhou o carnaval da azul e branca. Foram os fãs do Roberto, que independente de escola de samba que acabaram levando a Beija-flor ao favoritismo e consequentemente, à liderança no ranking. Todo ano é a mesma coisa: quando existem várias escolas favoritas e predispostas ao prêmio, a casa cai de última hora e a Beija-flor leva. Foi assim pelo menos nos seus três últimos campeonatos. E os juízes, simplesmente assinam embaixo. Dar nota 9 para a bateria da Mangueira que foi a sensação do carnaval com a paradinha? Tirar ponto de fantasias e adereços do Salgueiro? E o que falar da Tijuca, então? Favorita em quase tudo! Fala sério, né? Assim, não dá nem ânimo de assistir o desfile e esperar para ver quem leva a bola da vez. Dentre as bolas brancas, já tem uma preta, "predestinada" a ganhar. Por isso, não tenho escola de samba para torcer. Mas, nem por isso vou deixar de ser solidária e injusta e não reconhecer que foi pura sacanagem este título de 2011 para a Beija-flor. Assim como os outros... A partir de agora é declarada minha guerra: sou anti-Beija-Flor. Qualquer uma para mim, menos ela. E acabou a credibilidade da LIESA, ao meu ver. Enquanto a Liga Independente das Escolas de Samba for controlada, chefiada e mandada por bicheiros, disparates como esses vão continuar acontecendo. Então, chega de nota e julgamento. Que desfilem todas as escolas para fazer a alegria do carnaval, para a felicidade de quem gosta e vive de samba e não para aqueles que lucram às custas dele. Vai ser mais bonito e satisfatório para todos! Pelo menos mais sincero e, sem campeão empurrado, as demais competidoras não vão ficar com a sensação de trabalho, esforço e expectativa para nada! E coitado do passarinho Beija Flor, tá sendo mais secado que outra coisa e nem sabe porque.


Um comentário:

Dama de Cinzas disse...

Faz uns três anos que não assisto mais os desfiles. Dou uma olhadinha aqui e outra ali. Mas nesse ano estava malzinha comigo mesma e nem olhei nada.

Escola de samba é igual a futebol, cada um torce por uma e eu sempre torci pela Beija Flor. Por causa de um samba dessa escola que gostei muito quando tinha lá pelos meus 12 anos. Desde então fiquei Beija Flor, mas sinceramente não posso dizer se ela ter conquistado o campeonato foi por roubo, porque não vi nem ela e nem as outras... rs

Beijocas