14 de abril de 2015

E é esse silêncio ensurdecedor que me assusta...


O único silêncio que perturba, é aquele que fala. E fala alto. 
É quando ninguém bate à nossa porta, não há emails na caixa de entrada,
não há recados na secretária eletrônica e, mesmo assim, você entende a mensagem. 
E é esse silêncio ensurdecedor que me assusta. Quando a alma cala.
Quando o mundo está num barulho monstruoso lá fora e aqui dentro um silêncio arrebatador.
É enquanto lá fora a vida urge e aqui dentro, só calmaria.
 





Ainda há aquele que só entenderá o valor do outro quando a ausência dele for eterna....

Um comentário:

Bê Gonçalves disse...

Amei o texto!
bjkas
http://garotafucada.blogspot.com.br/